SAC: 19 3583 1986 - 19 3583 4432 | contato@orgolabsorganicos.com.br
Rua Paulo Casati Filho, 83 - Bosque do Tamanduá - Descalvado - SP

Informações sobre quelatos

Sobre os quelatos - função e aplicação


Nome Sobre o Quelato / Função Aplicação e Emprego
Quelato de Alumínio (Al) É indicado sempre que houver baixa na vitalidade nervosa cerebral, fadiga intelectual, atuando no desenvolvimento cerebral da criança. Atua como regulador do sono. a) Certos compostos de alumínio são utilizados na terapia de úlceras e hiperacidez gástrica.
Quelato de Boro (B) Quelato que está relacionado com o metabolismo do cálcio, potássio, fósforo, cobre e magnésio, vitamina D e do paratormônio.

Em mulheres pós-menopausa, vem sendo utilizada por seus possíveis efeitos benéficos na prevenção desta patologia.

A carência do Boro incrementa a excreção urinária de cálcio e magnésio e reduz as concentrações séricas de 17 – estradiol e testosterona.
a) Proporciona um suporte na função do cérebro e nas funções cognitivas; parece privar a depressão mental.

b) Quando existe deficiência de magnésio no organismo, ele otimiza o metabolismo.

c) Quando ocorre toxicidade, provoca vermelhidão da pele, diarréia, circulação reduzida, choque e depois coma.
Quelato de Cálcio (Ca) É um quelato de grande necessidade no organismo humano. Está relacionado nas funções metabólicas e bioquímicas do cálcio.

O cálcio metálico está relacionado em diversas doenças, tais como: Na estruturação dos ossos, no câncer, no controle de colesterol, doenças periodontais e hipertensões e também em deficiências de cálcio.

Está presente na formação óssea, coagulação sanguínea, contração muscular, transmissão nervosa, na síntese e liberação de enzimas, na síntese de neurotransmissores e na redução do alumínio e do chumbo. Ajuda na osteoporose e osteopenia.
a) É de grande importância sua aplicação durante a gravidez e amamentação, o que vem ajudar os quadros de deficiência alimentar e a suplementação do Quelato de Cálcio.

b) Ajuda na eliminação de metais tóxicos, como o alumínio e o chumbo, além de aumentar a absorção de cálcio para o interior da célula, através da difusão facilitada na membrana plasmática, o que torna o cálcio quelatado na molécula de glicina 100% absorvida, evitando graves problemas de calcificação.

c) Melhora a amamentação, o seu metabolismo e favorece a fertilidade.

d) É um metal que deve ser sempre acompanhada sua aplicação com quelato de Magnésio, pois sua relação com o magnésio e de 2:1, o que estabelece uma relação adequada entre o cálcio e o magnésio no organismo humano.
Quelato de Cobalto (Co) É um oligoelemento essencial e um dos constituintes da vitamina B12. A maioria das pessoas não tem deficiência de cobalto, embora este seja mais comum entre os vegetarianos. Como é um componente da vitamina B12, em caso de deficiência pode ocorrer anemia. a) Tem como função prevenir a anemia, ajudar na síntese do DNA e da Colina.
Quelato de Cobre (Cu) É um quelato que combina com Ferro e Cobalto. Previne os diversos tipos de anemia, é um colaborador nas relações enzimáticas do metabolismo e na biossíntese do colágeno dos ossos, pelos e do sistema nervoso. Melhora em muito a resposta imunitária e na eliminação dos radicais livres. a) Faz aumentar a saúde animal em geral, ajuda no crescimento, reduz a anemia e a mortalidade infantil, aumentando a massa muscular.

b) Melhora a robustez dos ossos e a resistência da estrutura dos tecidos de colágeno e elimina a fragilidade óssea nos bovinos.
Quelato de Cromo (Cr) O Cromo tem um papel chave no metabolismo dos nutrientes, sendo considerado essencial como elemento suplementar, principalmente como fator de tolerância a glicose no metabolismo e sua função como co-autor a insulina.

A insulina é o hormônio chave que dirige a disposição de nutrientes do sangue para os diversos tecidos do corpo.

A insulina é mobilizada para realizar a tarefa de empurrar a glicose para fora do sangue e para dentro das células. Ajuda na formação de proteínas carreadoras que levam a glicose e os aminoácidos para dentro das células. Já que a insulina é um hormônio anabólico e formador de tecido essencial e o Cromo é o seu co-fator, onde existe sua falta, existe a hiperglicemia (alta taxa de glicose no sangue).

A simples presença do Cromo na suplementação humana há um aumento de massa muscular. A explicação está no complexo de controle hormonal do crescimento, que num primeiro momento, existe uma mudança e um aumento de eficiência metabólica com o qual a glicose e os aminoácidos derivados dos nutrientes, são utilizados por tecidos ativos, dando um aumento do ganho de peso e massa muscular.
a) Aumenta a produção de massa muscular.

b) Ajuda na diabetes.

c) Ativa a formação de insulina.
Quelato de Ferro (Fe) É um elemento essencial na constituição da hemoglobina e da mioglobina, juntamente com Cobre e Cobalto, previne a anemia. a) Previne a anemia devido à ausência de Ferro, diminui a mortalidade infantil, aumenta a massa muscular, com aumento de peso melhorando a saúde geral.

b) Nas crianças, aumenta consideravelmente no crescimento.

c) Melhora o índice de conversão dos alimentos.

d) Aumenta a fertilidade e favorece o aumento da prole.

e) Auxilia a mulher na fase de amamentação.
Quelato de Fósforo (P) Não são comuns os suplementos exclusivos de fósforo, entretanto é utilizado como aditivo em vários alimentos, principalmente nos refrigerantes. Na forma de sal, é capaz de interagir com outros minerais, como o cálcio e o magnésio, que tem sua absorção especialmente prejudicada pelo fósforo. a) participa na formação dos ossos e dentes (onde se encontra a maior parte do fósforo em nosso corpo, combinado com o cálcio lá presente), bem como das contrações musculares.

b) Componente essencial do ATP e do CP (trifosfato de adenosina e fosfato de creatina).

c) Fundamental na estrutura do DNA e do RNA
Quelato de Germânio (Ge) O quelato de germânio possui enorme propriedade antioxidante e também, como diminui o consumo de oxigênio por partes dos tecidos, é extremamente importante nas doenças de fundo arterioesclerótico (hipertensão, isquemia, miocárdia, apoplexia). Já conhecida pela sua eficácia em casos de artrite, diabetes, neoplasia, danos neurológicos, depressão, psicose crônica e epilepsia. Não há, mas pode causar, em doses elevadas, erupções de pele e diarréia. a) Aumenta a ação do oxigênio na geração de energia.

b) Supõe que reduz a pressão arterial.

c) Baixa os níveis do colesterol

d) Exerce um efeito positivo sobre o sistema imunológico.

e) Considerado um antioxidante mineral.
Quelato de Iodo (I) Ocorre naturalmente, sendo parte imprescindível dos hormônios da tireóide, que monitoram nossos níveis de energia. Age diminuindo o muco no trato respiratório, é excelente antisséptico e previne problemas da tireóide (bócio). Pode agravar ou causar acne e em grandes doses interferir na atividade hormonal. a) Diminui o muco no trato respiratório.

b) Auxilia no metabolismo do excesso de gordura.
Quelato de Magnésio (Mg) É um quelato essencial na formação de acúmulo de energia e, sobretudo no metabolismo humano para alta performance, sendo um importante componente do tecido ósseo. Está presente em grande quantidade nos músculos e nas células nervosas. É predominantemente ativa na massa muscular e regula as atividades nervosas. Melhora também, os fatores antibacterianos. a) É específico na prevenção do tétano na alimentação com verduras. Ajuda na prevenção de agentes tóxicos.

b) Melhora a robustez dos ossos e a resistência dos tecidos externos.
Quelato de Manganês (Mn) É um quelato de grande valia de aplicação, pois o mesmo atua diretamente nos ossos, robustecendo o esqueleto. Atuando também, como co-fator enzimático no metabolismo das gorduras e carboidratos. Também favorece na fertilidade da reprodução animal. Nos pássaros aumenta a produção de ovos. a) Nas funções do sistema gastrointestinal, ajuda na composição da dieta e melhora a sua absorção.

b) Melhora a produção de leite.

c) Nas aves, melhora a produção de ovos.

d) Aumenta a velocidade do crescimento e melhora o índice de conversão da carcaça.

e) Usado na dieta alimentar, fortalece os membros.
Quelato de Molibdênio (Mo) O molibdênio é um mineral essencial na estrutura de certas enzimas como a xantina oxidase, que é responsável pela catalisação da transformação de hipoxantina em xantina e na xantina em ácido úrico; sulfito oxidase que catalisa a passagem de sulfito e sulfato; aldeído oxidase que detoxifica várias purinas, pirimidina, pteridinas e outros compostos.

Há indícios que participa também do metabolismo do ferro, cobre, lipídeos e carboidratos.
a) Apresenta importante papel contra o câncer.

b) Previne cáries dentárias.

c) Previne alergias alimentares.
Quelato de Níquel (Ni) Por ser um metal em proteína, atua no metabolismo funcional e hormonal produtiva. O metal e a proteína são indispensáveis no transporte do oxigênio e da mioglobina nas veias do sangue.

Há indícios que participa também do metabolismo do ferro, cobre, lipídeos e carboidratos.
a) Controle do metabolismo das proteínas, lipídeos, carboidratos, ácido nucléico e hormônios.

b) Transporte de oxigênio no sangue.

c) Previne a mortalidade infantil

. d) Melhor utilização dos nutrimentos.
Quelato de Potássio (K) Produto de ótima estabilidade nos oligoelementos, com melhor absorção e combinação com os outros microelementos. O número de patologias diminui devido à carência de potássio no organismo. a) Melhora as funções intestinais.

b) Interage com outros elementos de uma dieta balanceada.

c) Melhora o índice de conversão alimentar.

d) Melhora o índice de conversão do bolo alimentar e o melhor aproveitamento dos microelementos.
Quelato de Selênio (Se) É um aminoácido quelato, na formação da molécula de uma glicina. É essencial, pois evita a oxidação de outros elementos químicos necessários ao equilíbrio das funções metabólicas do organismo humano.

É um elemento que oferece uma suplementação mineral, equilibrando os níveis adequados na dieta. O selênio quelato, estimula a formação do glutation, que passa a ser reconhecido e absorvido pela mucosa intestinal, do intestino delgado, como um componente aminoácido protéico.
a) Melhora o equilíbrio homeostático do organismo, atua como componente de enzima.

b) Glutationa peroxidante, que evita a formação lipoperóxidos tóxicos e age como agente oxidante.
Quelato de Silício (Si) É um silício orgânico, com a absorção garantida, necessária para a formação dos ossos e tecidos conjuntivos (colágenos), absorção de cálcio nos estágios iniciais da formação óssea.

Só é tóxico se inalado. Em excesso, pode contribuir para formar cálculos renais.
a) Fortalecimento das unhas, pele e cabelo.

b) Essencial para prevenir doenças cardiovasculares, mantendo as artérias flexíveis.
Quelato de Vanádio (V) Recentemente foi considerado essencial à vida humana. Tem uma ação de simular a insulina, favorecendo a entrada de glicose nas células musculares e pode ajudar o corpo a produzir os glóbulos vermelhos.

É um quelato essencial que tem participação direta no aparelho cardiovascular.

Sua carência leva ao aumento do colesterol, pois o vanádio tem uma ação sobre o metabolismo dos glicídios e dos lipídeos.

É muito tóxico em excesso, podendo causar Síndrome Maníaco-Depressiva.
a) Age sobre a contração das fibras musculares cardíacas.

b) Auxilia na diminuição do colesterol.
Quelato de Zinco (Zn) Atua como co-autor nas relações enzimático intracelular e aumenta a produção de hormônios naturais. Também atua na formação da membrana do tecido epitelial, participando no processo de cicatrização. É importante na ativação do sistema imunológico. Melhora a resposta do organismo no stress e incrementa a fertilidade na gestação. a) Interage na absorção do sistema gastrointestinal dos microelementos alimentares.



b) Ajuda em todas as situações de stress, provocado pelas doenças inflamatórias. c) Ajuda nas dietas integradas com ácido fólico.

d) Ajuda no aumento da produção de leite.
Orgolabs Orgânicos LTDA - 2016 - Todos os Direitos Reservados.
contato@orgolabsorganicos.com.br - SAC: 19 3583 1986 - 19 3583 4432